ICP monitoring and CSF drainage in subarachnoid hemorrhage

Health and Sports
profile

As doenças cerebrovasculares são a segunda causa de mortalidade no mundo, tendo sido responsáveis por 9,7% dos óbitos em 2004. Estimativas recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam uma tendência ao aumento progressivo do número de óbitos atribuídos às doenças cerebrovasculares, que provavelmente alcançarão 12,1% da mortalidade mundial até 2030. No Brasil, onde existe uma alarmante desinformação sobre seu tratamento, o acidente vascular cerebral (AVC) é principal causa de óbito, ultrapassando as doenças coronarianas.

Os fatores de risco não modificáveis mais conhecidos para HIC são: idade avançada, raça negra, orientais e gênero masculino. Os fatores de risco não modificáveis mais conhecidos para HIC são: idade avançada, raça negra, orientais e gênero masculino.

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é o principal fator de risco para HIC, estando presente em 70 a 80% dos pacientes com este tipo de AVC.

De acordo com a etiologia do sangramento, a HIC pode ser classificada como primária (80-85% dos casos) ou secundária (15-25% dos casos). Denomina-se HIC primária quando esta resulta da ruptura de pequenos vasos cronicamente danificados pela HAS, ou está associada à angiopatia amilóide.

Apesar dos avanços diagnósticos e terapêuticos alcançados nas últimas décadas em relação às doenças cerebrovasculares, o prognóstico da HIC continua sendo dramático, com elevadas taxas de mortalidade e incapacidade. De fato, estima-se que 35 a 52% dos pacientes com HIC evoluam para o óbito ao final do primeiro mês.

Não existe ainda um tratamento específico para HIC. A abordagem pré-hospitalar e na sala de emergência de um paciente com AVC hemorrágico não difere daquela dispensada ao paciente com AVC isquêmico.

Idealmente, após a realização do exame de neuroimagem, os pacientes com HIC devem ser rapidamente encaminhados para leitos monitorizados em uma unidade de AVC ou em leitos de terapia intensiva pela gravidade e instabilidade desta condição.

Advantages

Dr. Hagen Huttner é Professor e Líder Sênior no Departamento de Neurologia na University of Erlangen-Nuremberg, Germany. Dr. Huttner apresenta a palestra "ICP monitoring and CSF drainage in subarachnoid hemorrhage", onde se discute sobre o monitoramento da pressão intracraniana (PIC) e a drenagem LCR em hemorragias subaracnoideas. O monitoramento é basicamente relacionado às duas questões centrais: o monitoramento da PIC por um lado e, por outro, o monitoramento da ICT. Também já está claro que a drenagem LCR por si só é benéfica em casos de hemorragia subaracnoidea com relação à proporção de pacientes com bons desfechos. Como drenar ? Esta e outras questões são abordadas e amplamente discutidas.

7-day warranty

Safe payments

Frequently Asked Questions

I can see this page is a Hotmart Public Profile. What is this?

Hotmart Public Profile is a promotional channel for Producers and digital products sold through Hotmart. These products are online courses, ebooks, video lesson series, among others. The objective of the Public Profile is to help you learn more about the content and specificities of the product, helping you in your purchasing decision. This means that the images, texts, comments, and achievements shown on this page are truly representative of theses products’ content. If you don’t agree with something being displayed, please contact us using this channel