profile

Como iniciar: Guia prático para nutricionistas

Personal Development
profile
Se você é estudante de nutrição ou acabou de se formar saiba que esse e-book foi pensado exatamente para este momento, onde estamos cheio de informações com uma mistura de medo, incertezas, falta de experiência e cobranças externas. Porém creio que você está cheio de desejos e a sua carreira está apenas começando, vamos com calma. Exatamente tudo o que você passou na graduação deixou alguma marca, o primeiro erro, o primeiro atendimento, a primeira apresentação para a sala. E será assim daqui para a frente, absolutamente tudo pelo qual você passar te moldará de alguma forma. É necessário então ter um olhar avaliativo sobre as situações, sejam boas ou ruins, pois todas têm algo construtivo. Se você ainda não se formou, muito legal essa oportunidade de prevenir alguns ‘erros’ e planejar sua carreira, e agradeço poder te ajudar um pouco. Se você é recém formado é muito bem-vindo também, pois sei que você pode ter algumas dúvidas e creio que essa troca poderá te auxiliar. Separei este e-book em seis partes:
1) Busque se especializar, não pare de estudar
2) Praticando a escuta ativa: condutas, ética e modelos de atendimento
3) Como entender os motivos ao invés de buscar as soluções
4) Não faça mais do mesmo
5) Entendendo o emagrecimento neste processo
6) Conceitos importantes
Ler mais
  1. Advantages
  2. Details

Viemos de um histórico na nutrição em que se conhece a doença/sintomas para então depois se pensar na conduta, e algumas condutas em nutrição partem do princípio de que parâmetros (resultados de exame, sintomas e queixas) serão respondidas por uma ou algumas condutas que pode estar contidas em manuais clínicos, últimos pareceres sobre cardiologia, obesidade e outras doenças crônicas ou segundo as últimas recomendações de alguma sociedade. Isso traz segurança no sentido de que sabemos qual chave usar para certa fechadura. Porém quando considera-se o comportamento alimentar, principalmente em questões como os Transtornos Alimentares (TA), o nutricionista deve saber que a conduta ideal e prescrição ideal não serão possíveis em um primeiro momento, e medir isso pode te dar muito trabalho e requer talvez supervisão com um profissional com maior experiência. Porém a grande sacada é entender que indivíduos sem TA também se beneficiarão da abordagem com foco em comportamento. Veja bem, os TA afetam uma porcentagem pequena da população, e nem todos os seus pacientes terão diagnósticos definidos. Portanto a vantagem que temos em estudar essa temática, é compreender as lições que os Transtornos Alimentares trazem para o tratamento de quaisquer outras condições associadas com comportamentos, ou seja, todas, já que comer é um comportamento. Todas as pessoas podem se beneficiar da abordagem focada em comportamento, que não necessariamente deverá ser puramente comportamental. Planos alimentares são muito bem vindos em diversas situações, desde que adequados ao contexto e comportamentos daquilo que será possível. Porém estes planos podem ser ineficazes para muitas pessoas, e aí te pergunto: o que faremos?

7-day warranty

Safe payments

Frequently Asked Questions