profile

As armas da batalha

SpiritualityeBooks or Documents
profile

“Portanto, tomai toda a armadura de Deus”. O apóstolo orde­na a posse dessas armas com um imperativo: TOMAI.

Ele não ordenou que se fizessem armas, mas que se tomassem as armas existentes. Não há o que nos possa preocupar.

As armas existem e estão à disposição dos remidos. As armas humanas são frágeis e impróprias para essa batalha espiritual.

“… para que possais resistir no dia mau”. O “dia mau” não precisa ser especificamente um dia de 24 horas, mas pode represen­tar aquele dia, ou hora ou minuto em que somos surpreendidos com doenças, tentações, circunstâncias inesperadas etc. Para que possa­mos resistir nesse “dia mau”, precisamos estar alerta, tomando posse das armas espirituais que nos capacitam para a resistência.

“… e, havendo feito tudo, ficar firmes”. Depois de havermos superado as dificuldades e termos vestido toda a armadura de Deus, resta apenas estarmos em pé para o combate. Nossa armadura espiri­tual não é para ser exibida, mas para ser usada contra o inimigo. Visto que o adversário é sagaz e cheio de malícia, o soldado de Cristo não pode descuidar-se: ele deve “estar firme”, isto é, estar em pé com o sentido de prontidão para qualquer eventualidade de ataque do inimi­go.

Read More
  1. Details

Language

This product is available in Portuguese

Target audience

vida cristã espiritualidade

Advantages

7-day warranty
Safe payments
Hotmart Support
Access in all devices
Pay with two cards
How can I access it?

After your purchase, the product will be available on your account

You'll access your product through a link that we'll send to your email. You can also access it on this page.

Frequently Asked Questions